Translate

Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain tradução

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Comentário ao Evangelho do dia (16/02) feito por São Rafael Arnaiz Baron


(1911-1938), monge trapista espanhol
Escritos espirituais, 15/12/1936

«Deixando tudo, o homem levantou-se e seguiu-O»

Há dias em que os aviões atravessam o céu a velocidades prodigiosas, sobrevoando o mosteiro. O ruído dos seus motores assusta os passarinhos que se aninham nos ciprestes do nosso cemitério. Em frente do convento, atravessando os campos, há uma estrada alcatroada por onde circulam a toda a hora camiões e carros de turismo que não se interessam pelo mosteiro. Uma das principais vias férreas de Espanha também atravessa os terrenos do mosteiro. [...] Ouve-se dizer que tudo isto é liberdade. [...] Mas quem meditar um pouco verá como o mundo se engana no meio daquilo a que chama liberdade. [...]

Onde se encontra então a liberdade? Encontra-se no coração do homem que apenas ama a Deus. Encontra-se no homem cuja alma não está presa nem ao espírito nem à matéria, mas apenas a Deus. Encontra-se nesta alma que não está submetida ao eu egoísta; na alma que voa por sobre os seus próprios pensamentos, os seus próprios sentimentos, o seu próprio sofrer e fruir. A liberdade está nesta alma cuja única razão de existir é Deus, cuja vida é Deus e nada mais do que Deus.

O espírito humano é pequeno, é reduzido, está sujeito a mil variações, a altos e baixos, a depressões, a decepções, etc., e o corpo tem uma grande fraqueza. A liberdade está portanto em Deus. A alma que, passando realmente por sobre tudo isto, funda a sua vida n'Ele, pode dizer-se que goza de liberdade, na medida do possível para quem está ainda neste mundo.

Créditos: Evangelho Quotidiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...