Translate

Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain tradução

sábado, 15 de junho de 2013

Ensinamentos de Santo Antônio, doutor da Igreja



Palavra de Deus: “São os pobres, os simples, os humildes, que tem sede da palavra da Vida e da água da Sabedoria. Porém os mundanos, que se embriagam com o cálice dourado dos vícios, os sabichões, os conselheiros dos poderosos – acreditem-me, se puderem! – não aceitam que se lhes anuncie a Mensagem divina. Escutar de boa vontade a palavra de Deus é um grande sinal de predestinação. Da mesma forma com que o exilado procura e escuta com satisfação notícias provenientes da sua terra, também se pode dizer que já tem o coração voltado para o céu o cristão que escuta com interesse quem fala da pátria celeste”.


Oração: “A oração é uma demonstração de afeto para com Deus, uma conversa afetuosa e familiar com Ele, um descanso da mente iluminada lá do alto e que procura aproveitá-lo o máximo possível. A oração é também solicitar os bens temporais necessários para a vida presente; aqueles, porém, que os pedem ao Senhor com verdadeiro espírito cristão sempre subordinam sua vontade à dele, ainda que seja somente a necessidade que os leva a rezar: só o Pai celeste é que sabe quais coisas nos são realmente necessárias no âmbito temporal. Finalmente, a oração é também ação de graças, reconhecendo os benefícios recebidos e oferecendo a Deus, em troca, todas as nossas obras, para que nossa oração seja contínua.


Conversão: “Como deve ser a contrição pelo pecado? Escuta o salmista: ‘Sacrifício para Deus é um espírito contrito. Um coração contrito e esmagado Tu não o desprezas’. Com estas palavras estão sendo indicadas a conpunção de espírito pelos pecados cometidos, a reconciliação do pecador, a contrição universal por todos os pecados e a contínua humilhação do pecador sinceramente arrependido. O espírito do penitente, quando estraçalhado e coberto de feridas, é um holocausto aceito por Deus. Deus faz novamente as pazes com o pecador, e o pecador com Deus.”


A Graça: “Pela Graça, é o próprio Espírito Santo que, como esposo, se une à alma purificada por um amor penitente. É uma divina união, da qual nasce o cristão, herdeiro da vida eterna…Podemos, assim, dizer ao Filho de Deus: “Somos osso de Teus ossos e carne de Tua carne!’ Senhor Jesus, tem compaixão da nossa fraqueza, perdão pelos nossos pecados! Tem compaixão de nós, teus membros ó Senhor! Estende-nos tua mão fraterna, para que cada dia da nossa vida aqui na terra seja um passo adiante em nossa peregrinacão rumo `a casa do céu. Dá-nos tuas graças a nós, pecadores, para que nos aproximemos de Ti, para Te escutarmos sempre! Digna-Te acolher-nos junto a Ti e ser nosso divino alimento no grande Banquete da vida eterna! “


: “A fé é a virtude principal, e quem não crê é semelhante àqueles hebreus que no deserto se rebelaram contra Moisés: sem a guia de Moisés, isto é, sem a fé, não se entra no Reino de Deus; a fé é a vida da alma. Cristão é aquele que, com a alma iluminada pela fé, percebe claramente os mistérios de Deus, professando-os publicamente com os lábios. Fé verdadeira é a que se faz acompanhar pela caridade. Para o cristão, crer em Deus não significa acreditar que Ele é verdadeiro e fiel; significa sim acreditar amando, acreditar abandonando-se a Deus, unindo-se a Ele e tornando-se um só com Ele.”


(Orações em honra a Santo Antônio – Paulus – São Paulo – 1994 – Tradução: Georges Maissiat – p.9 a 29).

Fonte:  Veritatis Splendor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...