Translate

Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain tradução

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Padre Pio e o Papa



Seguem abaixo três histórias sobre Padre Pio contadas ineditamente no blog Christi Fidei, em que o santo de Gargano expõe de modo admirável sua veneração e seu amor pelo Santo Padre, o Papa. Um conforto para a nossa alma nesses tempos de crise de Fé, e uma potentíssima arma contra os inimigos do Romano Pontífice.

Agradecemos ao Frei Carlo Maria, do Convento di Santa Marie delle Grazie, em San Giovanni Rotondo, idealizador do projeto Casa di Riposo per frati anziani (Casa de Repouso para frades idosos) por nos presentear com tão belas histórias.

O texto é de Carlos Wolkartt.

*     *     *

Um frei chamado Francesco Antonelli estava sentado com Padre Pio próximo a uma janela, ao anoitecer. Após alguns minutos de silêncio, em que Padre Pio observava admirável a Lua, este disse a frei Antonelli: “Veja Francesco, posso não estar fisicamente perto do Papa, porém, me conforta saber que Ele existe, e que Nosso Senhor não nos abandonou. Ontem, o Papa admirava a Lua das janelas de Roma; hoje, eu admiro esta mesma criação de Deus da pobre janela deste convento. Vede, pois, quão bondoso é o Criador, que faz a Terra e os astros girarem para que eu me sinta mais perto do Papa.”

Certa vez, um coroinha [1] perguntou a Padre Pio: “Padre, quem é o Papa?”. Padre Pio lhe explicou caridosamente: “Meu pequeno filho, saiba que Jesus criou um lindo jardim, com belíssimas flores, e chamou doze jardineiros para ajudá-lo. Este jardim era tão querido por Jesus, que Ele escolheu, entre seus doze jardineiros ajudantes, um para que ficasse em seu lugar de Jardineiro chefe após sua volta ao Céu. E quando Jesus já estava lá em cima com Deus, mandou outro Jardineiro ainda mais potente para ajudar a cuidar de seu jardim. Agora veja meu filho: este belo jardim tão querido por Jesus é a Igreja, e o Jardineiro Chefe é o Papa. Quem Jesus enviou para ajudar o Jardineiro chefe a cuidar do jardim é o Espírito Santo. Este é o Papa: aquele que está no lugar de Jesus cuidando de seu lindo jardim.”

Uma senhora idosa confessa a Padre Pio: “Padre, por mais esforço que eu faça, não consigo enxergar o Papa como o substituto de Jesus no mundo”. Padre Pio então lhe diz: “Minha filha, quem não aceita o Papa como o Vigário de Cristo, também não pode aceitar Maria como Mãe de Deus. Olhe para Nossa Senhora: ela era uma frágil menina que foi escolhida por Deus para trazer Deus aos homens. Agora, olhe para o Papa: ele é um pobre homem que foi escolhido por Deus para levar os homens a Deus”. Após um breve momento de silêncio, Padre Pio continua: “Agora vá, e quando se arrepender, venha reconciliar-se com Deus” [2].

_______
Notas

[1] Não se tem certeza se o infante era um coroinha. Pode ter sido uma simples criança, mas se supõe que tenha sido, de fato, um ajudante do altar.

[2] No dia seguinte, esta senhora volta ao confessionário de Padre Pio e lhe diz: “Padre, esta noite sonhei com o Papa ajoelhado aos pés de Nossa Senhora. Acordei assustada, e chorei muito por ter cometido um pecado tão grave”. Padre Pio a absolveu, e ela se retirou.

 
Fonte: Padre Marcelo Tenorio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...